Direção de arte abre a semana de oficinas no Festival Santa Cruz de Cinema

Aconteceu nesta tarde de terça-feira, 23, a oficina “Da concepção ao set: direção de arte, cenografia e pintura de arte” ministrada pela diretora de arte e produtora da Pé de coelho Filmes, Maiara Fantinel. A oficina focou em táticas importantes para a preparação de cenários e objetos.

Na primeira parte, Maiara explicou como funciona a direção e produção de arte, a partir da intervenção em objetos, figurinos, maquiagem e artes gráficas. Além disso, ainda destacou as funções de profissionais que compõem a equipe de produção de arte: cenotécnico, aderecista (fabricam os objetos), pintor, pintor de arte e eletricista. Um dos exemplos para pintura de arte, se uma família morasse há aproximadamente 40 anos em uma casa, a locação precisaria passar por um processo de envelhecimento, para remeter a história e não poderia estar como se fosse nova (intacta).

A segunda parte da oficina foi prática. Maiara, trouxe alguns materiais para fazer o envelhecimento de objetos, como o uso de água e café sobre uma folha de papel. Outra técnica apresentada, foi a produção de maquiagem de machucados e sujeira. O momento foi de interação e aprendizagem, já que os participantes puderam desenvolver as técnicas.

Envelhecimento de papel com água e café

Para a diretora de arte, foi uma surpresa a participação de outros cursos além da produção em Mídia Audiovisual. “Acaba que o conhecimento se completa, não precisa ser apenas do cinema para poder trabalhar com essas áreas. Claro que o conhecimento específico é importante, mas quando temos outras áreas que vem para agregar é muito legal, principalmente para a direção de arte, por ser muito diversificada.”

 

Fotos: Justine Maia

 

Deixe uma resposta