Oficinas

Da concepção ao set: direção de arte, cenografia e pintura de arte, com Maiara Fantinel

Terça-feira, 23/10, 14h

A oficina “Da concepção ao set – direção de arte, cenografia e pintura de arte” abordará:
– Direção de arte, cenografia e pintura de arte
– Intervenções em cenários
– exercícios práticos de intervenção em objetos

Maiara Fantinel é diretora de arte e produtora na Pé de Coelho Filmes, mestra em Letras pela Universidade de Santa Cruz e estudou Direção de Arte na Academia Internacional de Cinema (SP). Atuou como diretora de arte em filmes de curta-metragem como Que som tem a distância? (2018), A Sombra Interior (2018) – esse em parceria com Clarissa Virmond –, Através de ti (2017), À Francesa (2016) e como produtora em Pobre Preto Puto (2016), O Roteiro (2015), Espelhos (2014), entre outros.

 

 

 

Faça aqui sua inscrição

 

Construindo histórias originais”, com Mariani Ferreira

Quarta-feira, 24/10, 14h

Serão abordados os elementos que tornam uma história original, da construção dos personagens à estruturação da narrativa.

Mariani Ferreira é roteirista, diretora e produtora. Seu primeiro filme como diretora e roteirista é o curta-metragem de ficção “Léo”, exibido, entre outros, no Festival Del Nuevo Cine Latino Americano de La Havana e Festival Internacional de Cinema de Guadalajara. Mariani também é produtora executiva e roteirista do documentário “O Caso do Homem Errado”. O filme é o primeiro longa dirigido exclusivamente por mulher negra a estrear comercialmente no Brasil desde 1984. Também é roteirista da série “Necrópolis”, que estreia no Canal Box Brasil em 2018. É ainda uma das curadoras e organizadoras da Mostra Ela na Tela, que está em sua quarta edição, e uma das criadoras do argumento da série “Os Infratores”, que está em produção na Rede Globo e estreará dentro da programação do Fantástico ainda em 2018.

 

 

 

Faça aqui sua inscrição

 

Criando e lapidando cenas através de estímulos sensoriais, com Lucas Cassales

Quarta-feira, 24/10, 14h (1ª parte)

Quinta-feira, 25/10, 14h (2ª parte)

A oficina propõe o exercício prático de criação de uma cena durante seu período, recorrendo a estímulos sensoriais como relaxamento corporal e impulsos sonoros. Contos, músicas, exercícios corporais, fotografias, obras visuais, relatos orais e trechos de filmes serão os propulsores de criação de uma cena, sem tema definido. O objetivo é lapidar essa cena criada instintivamente através da técnica de roteiro, podendo se tornar ponto de partida de um roteiro de curta ou até mesmo longa-metragem.

Objetivos:
– Estimular a experimentação na criação de roteiros audiovisuais;
– Criar um ambiente para o debate coletivo de ideias, trocas e possibilidades dentro da narrativa audiovisual;
– Utilizar diversos materiais artísticos de outros formatos como inspiração para criação;
– Abordar brevemente a linguagem audiovisual;
– Incentivar os participantes a desenvolverem sua própria voz narrativa.

Resultados:
– Criação de uma cena roteirizada por parte de cada aluno, com revisão durante o processo. Esta cena pode vir a ser o embrião de qualquer espécie de obra audiovisual,
como curta, longa, episódio de série, etc.

Lucas Cassales se graduou em Produção Audiovisual na PUCRS (2010) e é Mestre em Comunicação Social pela mesma instituição (2015). Sócio da Sofá Verde Filmes, atua como roteirista e diretor, tendo dirigido os curtas “Sebo”, “Sofá Verde”, “Abismo” e “O Corpo” (ganhador do Kikito de melhor curta no Festival de Gramado 2015); além do longa “Disforia”, em finalização. Também produziu os curtas “Trique-trique”, “Pele de Concreto” e o longa “Eles vieram e roubaram sua alma”. É criador, curador e produtor do Festival Diálogo de Cinema, que se encaminha para a 5a edição.

Faça aqui sua inscrição

 

Música na tela, com Gustavo Foppa

Quinta-feira, 25/10, 14h

A oficina abordará:
– Música na tela: Vasculhando no tempo formas e narrativas
– Processo de criação: Do lápis a master
– Desenho de som: Da captação ao Protools
– Envolvimento: Fluxo de trabalho com a equipe
– Pratica criativa: Som sobre imagem

Gustavo Foppa: Músico, compositor, produtor e sound designer, atua na Onomato Conteúdo – produtora de áudio localizada em Porto Alegre. É formado em comunicação pela PUC/RS, graduado em áudio avançado pela escola técnica IGAP e sua trajetória profissional conta com as maiores produtoras e estúdios do estado. Carrega na bagagem quase 10 anos de experiência nas áreas da música, cinema, séries de tv e branding. É um artista que gosta de misturar recursos analógicos com digitais; o velho e o novo; criando texturas e melodias; sentidos em forma de som.

 

 

Faça aqui sua inscrição

 

O ator em foco: pesquisa, seleção, aprovação e set de filmagem, com Dani Fogliatto

sexta-feira, 26/10, 14h

A oficina abordará:
– Produção de casting
– Pesquisa e seleção de elenco para cinema
– Aprovação do elenco
– Elenco no set de filmagem
– Agentes e Agências de atores

Dani Fogliatto é produtora de elenco, tendo em sua carreira diversos filmes de longa-metragem e séries como:

– Guaíba, onde as águas se encontram, Série Documental – Produtora: Paralelo 30 Cinema e TV – Direção: Pedro Zimmermann – 2018.
– A cabeça de Gumercindo Saraiva, Longa-metragem – Produtora: Walper Ruas – Direção: Tabajara Ruas – 2017.
– Proibido para Maiores, Série de Ficção – Produtora: Atama Filmes – Direção: Felipe Iesbick – 2017.
– A Espera de Liz, Longa-metragem – Produtora: Aquarela Produções Culturais – Direção: Bruno Torres – 2015.
– Em 97 era assim, Longa-metragem – Produtora: Panda Filmes – Direção: Zeca Britto – 2015.
– Diminuta, Longa-metragem – Produtora: Tarumã Produções Artísticas – Direção: Bruno Saglia – 2014.
– Prova de Coragem, Longa-metragem – Produtora: Globo Filmes – Direção: Roberto Gervitz – 2014.
– Oxigênio, Série de Ficção Científica – Produtora: Panda Filmes – Direção: Pedro Zimmermann – 2013.
– O Tempo e o Vento, Longa-metragem – Produtora: Globo Filmes – Direção: Jayme Monjardim – 2012.
– Menos que Nada, Longa-metragem – Produtora: Casa de Cinema de Porto Alegre – Direção: Carlos Gerbase – 2010.
– Contos de Natal, Série de Ficção – Produtora: Accorde Filmes – Direção: Paulo Nascimento – 2010.
– A Casa Elétrica, Longa-metragem – Produtora: Panda Filmes – Direção: Gustavo Fogaça – 2009.
– Em Teu Nome, Longa-metragem -Produtora: Accorde Filmes – Direção: Paulo Nascimento – 2008.

Faça aqui sua inscrição

 

Exibição e estudo de caso do filme “A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro”, com Léo Garcia

Sexta-feira, 26/10, 14h

Leo Garcia é sócio da produtora Coelho Voador, sediada em Porto Alegre. Mestre em Roteiro de Ficção para TV e Cinema (UPSA – Salamanca, Espanha), escreveu roteiros para longas, curtas e séries, tendo vencido diversos editais e premiações. Destaque para o curta “Ed”, no qual é roteirista e produtor, selecionado para mais de 100 festivais em 33 países – vencedor do Grande Prêmio Canal Brasil 2014 e com mais de 1 milhão de views na internet. Roteirizou as séries “Sapore D’Itália” (2011 – RBSTV e Globo Internacional), “Bocheiros” (2014 – TVE e Prime Box Brazil), “Werner e os Mortos” (2017 – Canal Brasil) e “Paralelo 30” (previsão 2018 – Prime Box Brazil).

Escreveu e produziu o longa “Em 97 Era Assim”, premiado em diversos festivais internacionais, lançado comercialmente em junho de 2018.

Leo estreou na direção, ao lado de Zeca Brito, com o documentário “A Vida Extra-Ordinária de Tarso de Castro”, no qual também é produtor, exibido no Festival do Rio e Mostra Internacional de São Paulo, atualmente em plataformas de VoD. Também assina o roteiro de dois longas de ficção em finalização: o drama histórico “Legalidade”, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2018; e “Depois de Ser Cinza”, gravado no Brasil e na Croácia, previsto para 2019.

Criador e produtor da série “A Benção”, contemplada no edital do Canal Brasil/FSA. A gravação da série está prevista para dezembro de 2018. Leo também é criador da série documental “Cinema em Conflito”, projeto no núcleo criativo da Casa de Cinema de Porto Alegre.

Leo é produtor do longa de ficção “Mateína”, coprodução com o Uruguai, gravado entre março e abril de 2018, atualmente em finalização.

Roteirizou ainda os curtas “Ignacio & Saldanha”, premiado em Portugal e “Another Empty Space”, rodado em Berlim, selecionado para o Festival Internacional de Curta-Metragens de São Paulo 2015, Durban Film Festival e mais de 50 festivais.

É também o idealizador da Alfaiataria da Coelho Voador, laboratório de criação de novos roteiros, dando oportunidade a novos talentos a entrar no mercado, bem como o surgimento de novos projetos de qualidade.

Leo venceu o Prêmio Santander Cultural para projetos de longas por duas vezes (2009 e 2011) e foi selecionado para o Berlinale Talents 2014, prestigiado programa do Festival de Berlim. Também já ministrou cursos, oficinas e consultorias de roteiro em Porto Alegre, Goiânia, Goiás, Rio de Janeiro, Aracaju, Curitiba e diversas cidades do interior do Rio Grande do Sul.

Leo é o idealizador e diretor-geral do FRAPA – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre, o maior festival de roteiro da América Latina, que já conta com seis edições realizadas.

Faça aqui sua inscrição